Secagem de vasinhos

Secagem de vasinhos

Regiões quentes como o Brasil geram maiores demandas no tratamento de vasos, já que são locais onde as mulheres expõe mais suas pernas, desde praias e piscinas, como no dia-a-dia, através do uso de saias e shorts. É uma das formas de manter a beleza das pernas, não é mesmo?

Devido a isso, como saber a melhor forma de tratar do problemas de vaso? É isso que você a partir de agora. Mesmo estando no inverno, é bom se preparar antes das estações mais quentes chegarem. Se tiver dúvidas ao final deste texto, mande para nós!

Tratamento de vasinhos com nome diferente?

Como tem se tornado um tratamento corriqueiro, diferentes técnicas tem sido desenvolvidas e você pode acabar se deparando com nomes estranhos, como P.E.I.M., que significa Procedimento Estético Injetável para Microvasos. Não se preocupe, esse nome é normal!

É bom saber que esse tratamento serve apenas para microvasos, ou seja, apenas aqueles problemas menores, mais ligados à estética do que com sua saúde. Se o seu caso for de vasos mais profundos e intensos, a P.E.I.M. não é a melhor indicação.

derma-blue

Para relembrar: o sistema circulatório

Uma boa forma de entender como esses procedimentos funcionam é dar uma relembrada em como o sistema de circulação de nosso corpo funciona. Ela tem dois tipos de sangue: o oxigenado, que é irrigado do coração para o corpo, e o sangue não-oxigenado, aquele que está no corpo e volta para a região pulmonar para ser oxigenado.

O sangue com oxigênio tem alta pressão, passando pelas artérias. Devido a isso, a parede dessas artérias é mais grossa que a das veias, já que a pressão necessária em ambas é diferente. E isso pode ser um problema, sabe por que?

Como as veias tem as paredes finas, elas nem sempre conseguem segurar o fluxo de sangue, mesmo sendo de menor pressão. E aí que começam a surgir os microvasos, que são como pequenas ruas adjacentes a uma marginal.

O que me leva a ter vasinhos

Algumas ações diárias e fatores corporais podem influenciar o aparecimento de vasinhos. Podemos citar alguns exemplos:

  • Sedentarismo
  • Uso de salto
  • Predisposição genética
  • Hormônios

Ou seja, é algo possível de evitar, mas nem sempre. Por isso é importante saber como agir contra eles, já que a chance de termos vasinhos na vida é bem grande. Geralmente as mulheres tem mais vasinhos do que os homens, devido a uma certa dificuldade maior no retorno do sangue venoso.

Além disso, os hormônios da mulher podem influenciar no aparecimento de novos vasos, e também porque a mulher é quem usa mais salto, né? Tudo isso vira uma ‘ajuda’ na hora de multiplicar os vasos.

Problema estético ou de saúde?

Depende do seu caso. Vasinhos possuem classificação, podendo ser algo leve ou problemático para o seu corpo. Lembra do que falamos sobre acne? Vale o mesmo! Se você não viu o vídeo, nele dizemos que para cada grau de acne você deve consultar um profissional diferente.

No caso dos vasinhos também é assim, e você precisa tomar cuidado para não tratar uma coisa como se fosse outra. Se for um problema de IVPE 1 ( Insuficiência Vascular Preferencialmente Estética), um tratamento estético já funciona.

Se for um problema estético

Nesse tratamento você pode secar os vasos utilizando a técnica de fotoesclerose, utilizando laser ou luz pulsada para secar os vasinhos, ou utilizar soluções injetáveis, que também fazem efeito através da circulação, conforme você pode ver neste vídeo.

Figura 1 - Vasos podem ser problema clínico, saiba porquê
Figura 1 e 2 - O antes e depois do tratamento

Figura 1 e 2 – O antes e depois do tratamento

A impressão que dá olhando as imagens acima é que os vasos sumiram na hora, não é mesmo? Mas não se engane, neste caso foi a inflamação interna gerada pela solução aplicada. Logo, nosso organismo é quem tratará do vasinho, já que ele começa a entender aquilo como uma inflamação.

A vantagem é que dessa forma o vasinho vai embora. Uma vez que ele sumiu, não há volta. Mas se houver insuficiência de resistência na região onde já houveram vasos, novos poderão aparecer.

E se for algo ligado à saúde?

Se você percebe que eles tem aparecido com frequência, isso mostra que existe um quadro clínico, sendo necessário uma intervenção médica. Se este for seu caso, solicite por um médico que irá te ajudar conforme o necessário.

Essa recorrência não apenas mostra a necessidade do apoio médico, mas serve também para alertar o paciente de que esse tipo de tratamento não termina em apenas uma ou duas consultas, tendo que ser algo gradativo. Claro, depende de cada caso, mas o sucesso é garantido com tratamento não tão rápidos.

O tratamento incomoda?

Coceira e irritação logo serão percebidos, além de uma sensação de peso. O mais importante é cuidar bem de suas pernas após a aplicação, pois podem aparecer manchas caso você não tome cuidado.

Não há como ter certeza de todos os efeitos colaterais porque isso depende de cada paciente, mas é bom que você saiba para ter como lidar com isso, quando os problemas aparecerem.

Ainda tenho dúvidas

Se você tem dúvidas sobre esse tratamento, custos e materiais, ou qualquer outra dúvida, fale conosco! Somos especializados neste tipo de tratamento e podemos indicar a melhor forma de faze-lo, caso você tenha dúvidas.

Se quiser, mande email para a gente ou entre em contato pelos links abaixo e nos conte qual a sua dúvida 😉


Clique na imagem abaixo para ver o vídeo:

videoVasinhos

Siga-nos em todas as redes sociais:

Por: Danilo Soares –  Montt

Deixe uma resposta

Fechar Menu